Stephany Amado

MISS CABO VERDE INTERNATIONAL 2022

  • Instagram

Biografia

Eu, Stephany Melanie Amado Lopes, mais conhecida por Steh, nasci e cresci na Terra Branca, Praia, Cabo Verde. Tenho 23 anos e sou modelo profissional em Nova Iorque onde resido atualmente.

 

Comecei a minha carreira de modelo com 13 anos devido à falta de representatividade negra que existia no meu país na época.

 

Quis mudar essa triste realidade para que as próximas gerações não sintam tanto o impacto que a representatividade (ou falta dela) tem na vida de uma criança negra.

 

A minha primeira experiência foi quando ganhei um concurso de miss no liceu da Várzea (Escola Secundária Cónego Jacinto Peregrino da Costa) e logo depois fui convidada por uma estilista cabo-verdiana que reside na França (Cindy Monteiro) a participar num desfile de moda.

 

Com 14 anos mal sabia andar com saltos altos e foi ela, em conjunto com a mãe dela, que me treinaram e inspiraram com os seus comentários a acreditar que ainda iria longe nesta carreira. Um milhão de possibilidades surgiram na minha cabeça enquanto continuei a treinar e a estudar para estar preparada para aquele desfile (até porque eu era uma Maria rapaz e a moda nunca tinha feito parte dos meus sonhos porque em criança nunca me tinha considerado bonita - a tal falta de representatividade que mencionei acima).

 

Senti uma explosão de emoções no dia do desfile que até hoje não sei explicar - desde o brilho nos olhos das meninas que lá estavam até aos meus pais que, por serem de outra geração, nunca tinham acreditado nisto como sendo uma profissão para mim.

 

Depois disso as portas começaram a abrir-se e lutei para derrubar as que estavam fechadas a sete chaves. Trabalhei em rádios, na televisão cabo-verdiana, fiz coberturas para a RTP África de eventos de moda como o AME (Atlantic Music Expo) e o Kriol Jazz Festival, desfilei em grandes espetáculos produzidos pela minha primeira agência (Vaiss Models) e fiz inúmeras sessões fotográficas com artistas e designers locais - tudo isto com menos de 16 anos.

 

Aos meus 17 anos emigrei para os Estados Unidos da América onde terminei os meus estudos. Na minha bagagem levava uma mala cheia de sonhos e a esperança de alcançar os meus objetivos enquanto modelo.

Foi muito difícil a adaptação à língua, à cultura e ao clima, mas a minha resiliência não me permitiu desistir.

 

Hoje, com 23 anos, estou a colher os frutos que tenho plantado desde os meus 12 anos.

 

No ano passado fui abençoada com a assinatura de um contrato com a renomada agência de modelos Marilyn Management Inc. Desde então tenho trabalhado com grandes marcas como a Khiel’s, L’Oreal Paris, The Folklore, Sotheby’s, R13, Wearpepper e Macy’s.

 

Muitas vezes sou a única modelo negra nos castings/trabalhos e fico triste quando penso que ainda temos muito a lutar para mudar esta realidade.

 

Recentemente (03 de Setembro, 2022) fui coroada como a primeira Miss Cabo Verde Internacional. Para mim é uma enorme honra e responsabilidade representar o meu país.

 

É mais um desafio que enfrento com toda a garra porque, em mais de 60 anos de existência deste concurso de beleza, nunca houve nenhuma vencedora de nenhum país do continente africano. É uma grande responsabilidade que carrego tanto para mim como para meu país e para todo o meu continente.